segunda-feira, 25 de outubro de 2010

IN-PortA.




        Agora
Pouco In-porta o horário.

Se furtar atavia o atraso,
A alegoria dos corações engarrafados suga na busca!

Se o carteiro soletra a divida sem brindar o vinho,
Isto nada importa.

In-porta?
Se distraído perco o campo o raio o chão?

Que In-portância tem agora?
Tudo é conclusivo e sem ênfase!

Bem aventurados os frutos da putrefação!

Fui traído?
Pouco iN-porta agora.

Não importa se vomitas o pai nosso, E limpas a boca no amém.

Tu me amas na mesma medida?
Tens o peso e o timbre ideal?

Nada importa... 

Cá estou,
7 palmos abaixo da terra,
Abaixo da terra virando jardim,  
Contando carneirinhos pra dormir!


Autor: Raphaah Abreu.



19 comentários:

  1. Uau, Raphael! Adorei!
    Agora o que importa? Quase nada!
    Ou será ainda resta algo importante nessa altura do campeonato?!
    BjO*

    ResponderExcluir
  2. Não se despede as medidas, exatas são e nos apertam.
    Auto-definíveis...
    O fato é...Pingos de poesia.
    Nos tornamos isto? Sim dormindo sem sono.
    Belissímo texto

    Beijo Rapha.
    Fernanda.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. "Não importa se vomitas o pai nosso
    E limpas a boca no amém"

    Bingo!

    Abraço

    ResponderExcluir
  5. Oi Raphael! Vi que me segue e vim conhecer seu canto!
    Que texto linda!
    Seus posts são d+!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  6. Poesia muita bonita!!!



    www.identidadenoroeste.com

    ResponderExcluir
  7. oi
    sete palmos de descanso?
    ou sete palmos de fuga?
    belíssimo texto
    te sigo beijos

    ResponderExcluir
  8. Importa nada ou tudo...depende do momento e do querer! Bela poesia!:)

    ResponderExcluir
  9. ola passando pra te desejar boas vindas.... lá no meu blog
    gostei daqui tb....
    vou te seguir.....as imagens nda angelical elis...daqui...srs legal....

    ate mais!

    ResponderExcluir
  10. Oiii !!!
    Não sei vc percebeu rs vc chegou ao meu blog qdo estava me despedindo pra dar um tempo..mas eu rapidamente estarei de volta e venho ler o blog de todos vcs com calma !
    Eu precisei me afastar um pouco pq voltarei renovada rs e com outro blog ..aquele vai ficar pra eternidade apesar de todo meu amor por ele ...mas vou mudar muitas coisitas rs !
    Entao nem vou te seguir com esse pq sera um caso perdido rs na volta eu volto rs !!!!
    Nao demorooooooo mais quase nada
    Obrigadinha !

    ResponderExcluir
  11. Olá Raphaah

    suas palavras deixaram marcas no Entrepernas

    gosto da forma como escreve, direta, forte.

    estarei seguindo suas palavras de hoje em diante "poeta do agora"

    grande abraço

    Renata Fagundes

    ResponderExcluir
  12. Você é ousado e por isso escreve tão bem! Sem medo das palavras...
    O texto é forte, tudo tem sua importância, "...Nada se perde, tudo se transforma!"
    Abraço.

    ResponderExcluir
  13. Raphaah...você é o cara na escrita,forte e decidido, adoro!
    Beijossssssss e um super domingo.

    ResponderExcluir
  14. Nossa,bem profundo,me impressionei com o final.
    Muito bom o texto,parabéns!

    ResponderExcluir
  15. Iaí, Rapha? Tudo certo? Quando nada mais importa, importa o que importou. In porta. Abraço!

    “Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso” (Jefhcardoso)

    http://jefhcardoso.blogspot.com Será um prazer lhe receber.

    ResponderExcluir
  16. O que importa agora, com certeza, amanhã não será assim tão importante! Penso que é isso o que mais importa!)

    Boa quarta pra ti,
    Beijo!

    ResponderExcluir
  17. Só importa quando nos convém.

    Aplauso.

    ResponderExcluir